Tradução juramentada de passaportes

Como funciona a tradução juramentada de passaportes

Se está procurando um serviço de alta qualidade está no lugar certo. Além de profissionais qualificados, com diferentes formações acadêmicas, a Focus Traduções tem os melhores preços, trabalha com facilitadas formas de pagamento e a garantia no prazo de entrega.

Envie uma cópia dos documentos e solicite um orçamento com os melhores preços e prazos de pagamento. Estamos prontos para atende-lo. Conte com a melhor empresa de tradução.

Envie as cópias dos
documentos para análise

Receba as cotações
e prazos no seu e-mail

Receba as cópias dos
documentos

Para solicitar um orçamento é muito simples e você tem quatro opções. Pelo website, através do preenchimento de um formulário; por e-mail comercial@focustraducoes.com.br; pelo Whatsapp (11) 99586-3529 e também pelos telefones (11) 3796-5506 e (11) 3796-5507.

Lembrando que é preciso anexar o documento para uma avaliação antes de ser feito o orçamento, que é cobrado por lauda, ou seja, o conjunto de 160 palavras mais 10% da variação do idioma.

Agora, você sabe por que é preciso traduzir o passaporte e por que a tradução precisa ser juramentada? Ainda mais, sabe como tirar e quanto custa um passaporte, por que ter um e quais os tipos de passaportes existentes?

Então continue lendo e fique informado sobre tudo isso:

Entre em contato através do formulário abaixo. Envie uma cópia dos documentos que deverão ser traduzidos para solicitar o seu orçamento. Temos os melhores preços e prazos de pagamento.

  • Tipos de arquivos permitidos: docx, pdf, jpg

Por que ter um passaporte

Viajar para outros países é o desejo de muitos brasileiros. Explorar novas culturas, conhecer diferentes costumes, reforçar o aprendizado de idiomas, estudar, trabalhar ou apenas passar férias em um lugar inusitado. Sejam quais forem os motivos, antes de se aventurar por novos ares é preciso ir atrás da emissão do passaporte, sem ele fica bem difícil entrar na maioria dos países, é um documento que permite que se possa ir e vir de um país ao outro.

Os únicos lugares que não exigem o documento são os membros do Mercosul, que aceitam a carteira de identidade para a entrada, são eles Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai e Venezuela. Por isso, para ter permissão de ingressar em qualquer outro país, seja para turismo, para trabalho, estudo, dupla cidadania, até mesmo para morar por tempo indefinido, é imprescindível ter o passaporte. Ele é o único documento pessoal aceito quando se está fora do Brasil.
É como se o Governo brasileiro pedisse formalmente ao governo do país para onde se vai viajar para que o portador do passaporte entre e tenha assistência.

Esse garante um forma de proteção a quem viaja e assegura às autoridades do país que tudo está de acordo com a legalidade.

Como tirar o passaporte

Existem algumas condições, segundo o site da Polícia Federal, para quem se interessa em tirar o passaporte:

– Ser brasileiro

– Ter título de eleitor

– Ter votado ou justificado na última eleição ou ter pago a multa

– Estar quite com o serviço militar, se homem

– Não ser procurado, nem impedido de obter o passaporte ou sair do país

Além desses pré-requisitos, é preciso apresentar alguns documentos de identificação originais (para menores de 18 anos existem outros documentos, para mais informações, entre no site Polícia Federal).

Dos documentos aceitos estão o RG, CPF, passaporte anterior, se tiver, carteira de habilitação e carteira de trabalho, lembrando que devem estar atualizados e em bom estado de conservação. Para quem tiver o nome alterado por casamento ou divórcio, a certidão de casamento também deve ser levada. Com todos os documentos e exigências em dia, entrar no site, emitir o Guia de Recolhimento da União (GRU), pagar em qualquer agência (o valor até julho de 2018 era de R$ 257,25) e fazer o agendamento, que também pode ser feito pelo site da Polícia Federal, do dia e local a retirar.

Após seguir todos os passos, comparecer no posto escolhido previamente, no dia agendado. A entrega deve acontecer em até 7 dias úteis. Cuidado para não expirar o prazo de 90 dias ou o passaporte será destruído e uma nova emissão precisará ser solicitada.

Mesmo com a entrega do passaporte sendo no prazo estipulado, não deixe para providenciar tudo há poucos dias da viagem, isso porque é preciso estar preparado caso imprevistos aconteçam. Fazer tudo com mais tempo previne de ter que desembolsar mais por serviços de emergência ou precisar pedir novamente pelo mesmo documento.

É bom ter em mente também, que alguns documentos talvez precisem ser renovados e ainda que o tempo de espera não seja mais tão longo quanto antes, não é bom arriscar.

Por que traduzir um passaporte

A tradução do passaporte é solicitada em processos de imigração, casamentos, registros de empresas, vistos de trabalho, contratos e sentenças judiciais.

Mas não queira traduzir por conta própria ou pedir ajuda aquele amigo que conhece bem o idioma ou seu passaporte não será aceito. Isso vale tanto para quem quer emigrar para o exterior, quanto para estrangeiros que pretendem imigrar para o Brasil.

 

Tipos de passaporte

Padrões de segurança estabelecidas pelo Mercosul criaram cores variadas de passaporte, cada um respectivo a uma categoria:

– Azul: passaporte comum, para cidadãos civis e viagens casuais.

– Verde: oficiais ou dependentes de autoridades menores de 21 anos ou deficientes físicos.

– Vermelho: direcionado a diplomatas.

– Marrom: Em francês, “laissez-passer”, traduzido significa pode passar, destinado em países onde o Brasil não tem relações diplomáticas como Uganda, Mônaco, Afeganistão, Camboja, Fiji, Papua-Nova Guiné e Kosovo.

– Amarelo: estrangeiros legalizados no Brasil, que precisem sair do país com intenção de voltar, como refugiados ou asilados.

– Azul-celeste: passaporte de emergência, para quem precisa viajar por um motivo urgente como saúde ou catástrofes naturais. É preciso apresentar documentação e passar por exigências que provem essa necessidade.

O profissionalismo e a ética da Focus Traduções garantem um serviço de qualidade, eficiência e agilidade.

TRADUÇÃO ESPECIALIZADA
DE ACORDO COM A APOSTILA DE HAIA

Por que tradução juramentada

A tradução juramentada é necessária para garantir a autenticidade do documento. Somente um tradutor juramentado concursado e autorizado pela Junta Comercial tem autonomia para realizar essa tradução.

O passaporte será traduzido seguindo um padrão rígido de qualidade e será impresso em papel timbrado e carimbado pelo próprio tradutor juramentado.